PRÊMIO MAIS MOVIMENTO

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)

Crédito: Renato Stockler

Em 2016 foi lançado o Prêmio Mais Movimento com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância da prática de atividade física para uma vida mais saudável. A iniciativa foi realizada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil e chancelou três iniciativas inovadoras que promovessem a prática regular da atividade física, em todas as faixas etárias.

Erê Lab, Geração Movimento e o Programa Promoção de Atividade Física em Unidades Básicas de Saúde foram os vencedores do Prêmio, além de Gabriela Zottis, na categoria especial para jornalistas

Na época o PNUD vinha trabalhando para promover e reconhecer o esporte e a atividade física como fatores de desenvolvimento humano no Brasil, atuando junto a diferentes setores para fomentar ações nesse âmbito na agenda nacional.

O júri foi composto por representantes do PNUD, de outras agências internacionais, do governo, de organizações da sociedade civil e do setor privado. Os critérios levados em consideração foram os seguintes: inovação, originalidade, impacto qualitativo, acesso universal, trabalho em rede, escala e potencial de multiplicação da ação.

Os ganhadores foram: Erê Lab, Geração Movimento e o Programa Promoção de Atividade Física em Unidades Básicas de Saúde. Além disso, houve uma categoria especial para jornalistas, e a reportagem premiada foi “Engenheiro do Rio cria aplicativo que junta os amantes de vários esportes”, da RedeTV, produzida pela jornalista Gabriela Zottis.

Um dos vendedores do Prêmio, o Erê Lab promove a criação e o desenvolvimento de espaços lúdicos nas cidades

A ponteAponte foi responsável pela estruturação do conceito do concurso por meio de duas reuniões de cocriação, envolvendo a equipe do PNUD no projeto e especialistas no tema de premiações socioambientais. Além disso, apoiamos no lançamento da iniciativa e realizamos a avaliação dos inscritos.